*** SPOILER ALERT ***

Vi à pouco tempo o "The Hunger Games". Filme que vi com muita atenção. Tendo visto o "Battle Royale", "Battle Royale 2" e lido o livro, não fui capaz de evitar de fazer comparações entre as duas histórias.

Em relação à qualidade dos filmes, se são cinéfilos recomendo que vejam os filmes, "Battle Royale" e "The Hunger Games" e por esta ordem. Caso contrário vão ao cinema ver o "The Hunger Games".

Como não sou capaz de falar dos filmes sem entrar em detalhes da história, recomendo que vejam primeiro os filmes antes de continuar a ler este artigo.

*** SPOILER ALERT ***

Os dois filmes falam acerca de uma sociedade autoritaria, que precisa de sacrificar os jovens para manter o controlo da população. Os jovens são escolhidos à sorte para combater entre si até restar apenas um. Ao sobrevivente é destinado fama e fortuna.

O "Battle Royale" é passado num futuro próximo e alternativo. Concentra-se no drama de uma turma do secundário que é selecionada para a batalha. É bastante gráfico e realista nos incidentes e armadilhas do combate.

O "The Hunger Games" é passado num futuro distante, na 74ª ceifa anual. O combate é um reality show de TV. O filme perde tempo a explicar a motivação dos Jogos e a mostrar como estes são usados para manter a população sobre controlo. Jogando com a esperança e o medo da população, que assiste ao reality show em directo. O combate é manipulado para manter a audiência interessada e o seu medo e esperança sobre estreito controlo.

Considero o "Hunger Games" uma reinterpretação das ideias do "Battle Royale". Onde parte das diferenças deverão poder ser explicadas pelas diferenças culturais entre o Japão e o USA. Usando clixés, considero o "Hunger Games" mais POP e acessivel, o "Battle Royale" mais raw e alternativo e por isso este é um filme de culto, dentro de um pequeno grupo de apreciadores.

Não tendo ainda lido a trilogia "Hunger Games", reservo o direito a mudar de opnião.